quarta-feira, 29 de outubro de 2014

EXERÇA SEU DIREITO DE VOTAR





DE 05 A 08 DE NOVEMBRO



A COMUNIDADE PIXINGUINHA ESTARÁ ELEGENDO



SUA EQUIPE DE DIREÇÃO PARA O TRIÊNIO 2015/2017.

 


SÃO CANDIDATOS

À REELEIÇÃO COM A

CONTAMOS COM O SEU

QUEM PODE VOTAR

>  ALUNOS DO 5º AO 9º ANO

>TODOS OS RESPONSÁVEIS DA E.I. AO 9º ANO

>  PROFESSORES E FUNCIONÁRIOS



 

 

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

BOI DO MARANHÃO


  video




DURANTE O MÊS DE AGOSTO, O FOLCLORE BRASILEIRO ESTEVE EM ALTA NA MAESTRO PIXINGUINHA. MUITAS ATIVIDADES TIVERAM DESTAQUE E ENVOLVERAM TODOS OS SEGMENTOS.

UM MOMENTO MARCANTE FOI 

A FESTA DO BOI DO MARANHÃO

A festa do Bumba-meu-boi, é uma tradição que se mantém desde o século XVIII, que arrasta maranhenses e visitantes por todos os cantos de São Luís, nos meses de junho e julho. O bumba-meu-boi é uma festa para crianças, adultos e idosos, onde os grupos se espalham desde as periferias até os arraiais do centro e dos shoppings da ilha. Na parte nova ou antiga da cidade grupos de todo o Estado se reúnem em diversos arraiais para brincar até a madrugada.


 

Sotaques

Sotaque de matraca - é o mais popular e com maior número de grupos no Estado. O instrumento que dá nome ao sotaque é composto por dois pequenos pedaços de madeira, o que motiva os fãs de cada boi a engrossarem a massa sonora de cada "Batalhão". Além das matracas, são usados pandeirões e tambores-onça (uma espécie de cuíca com som mais grave). Na frente do grupo fica o cordão de rajados, cablocos de fitas, índias, vaqueiros e caboclos de pena.

 



Sotaque de Zabumba - Ritmo original do Bumba-meu-boi, este sotaque marca a forte presença africana na festa. Pandeirinhos, maracás e tantãs, além das zabumbas, dão ritmo para os brincantes.



No vestuário destacam-se golas e saiotas de veludo preto bordado além de chapéus com fitas coloridas. O sotaque de zabumba passa por grande crise nos últimos anos devido à falta de novos brincantes interessados em manter as tradições do mais antigo estilo de boi. 

 

Sotaque de Orquestra - Ao incorporar outras influências musicais, o Bumba-meu-boi ganha neste sotaque o acompanhamento de diversos instrumentos de sopro e cordas, como o saxofone, clarinete e banjo. Peitilhos (coletes) e saiotes de veludo com miçangas e canutilhos são alguns dos detalhes nas roupas do brincantes.
  


 

Sotaque da Baixada - Embalado por matracas e pandeiros pequenos, um dos destaques deste sotaque é o personagem Cazumbá, uma mistura de homem e bicho que, vestido com uma bata comprida, máscara de madeira e de chocalho na mão, diverte os brincantes e o público. Outros usam um chapeú de vaqueiro com penas de ema.


Sotaque Costa de Mão - Típico da região de Cururupu, ganhou este nome devido a uns pequenos pandeiros tocados com as costas da mão. Caixas e maracás completam o conjunto percussivo. Além de roupa em veludo bordado, os brincantes usam chapéus em forma de cogumelo, com fitas coloridas e grinaldas de flores.


 



Personagens

Dono da Fazenda - é senhor dono da fazenda. Usa a roupa mais rica e um apito para coordenar a festa. É o responsável pela organização do Batalhão e, em alguns casos, é também o cantador.
Pai Francisco - vaqueiro, veste-se com roupas mais simples. Seu papel durante a brincadeira é provocar risos na plateia. Cada boi pode ter vários deste personagem.
Mãe Catirina - mulher de Pai Francisco. Normalmente representada por um homem vestido de mulher.
Índias - mulheres cobertas por penas no peito, mãos e pernas.
Miolo - brincante responsável pelas evoluções e coreografias do boi.
Vaqueiros - empregados da fazenda. Usam roupas de veludo e chapéus de pena com longas fitas coloridas.
Mutuca - para não deixarem os brincantes dormirem durante as maratonas de apresentação do boi, os mutucas são responsáveis pela distribuição de cachaça a todos.
Caboclo de fita - brincantes enfeitados com chapéus de fita coloridos e que se misturam aos vaqueiros durante a festa.
Caboclo de pena - homens cobertos por penas e com um grande chapéu ou cocá que também é feito de penas, representando os homens da Tribo nos rituais



Parabéns, Prof. Sérgio, Profª Marcelle, Mônica e todos os professores, alunos e funcionários que contribuíram para o sucesso deste projeto.

A dedicação de vocês é como nosso Folclore: vale um tesouro.

http://3.bp.blogspot.com/-ebV3BWvnrOQ/T7fELYrW7PI/AAAAAAAAYsE/7G8VVhhiTIg/s1600/diamante_diamanto_diamond_diament_adamas_elmas_gif_graphics+%25281%2529.gif


sábado, 26 de abril de 2014

PROJETO S2 MULHER -A ARTE DO GRAFFITI CONTRA A VIOLÊNCIA

PROJETO S2 MULHER: UMA QUESTÃO DE CORAGEM
ATIVIDADE INTERDISCIPLINAR PERMANENTE DE NOSSA ESCOLA
NESTA SEXTA FEIRA, DIA 25,  ALUNOS DA MAESTRO PIXINGUINHA PARTICIPARAM DE UMA PALESTRA\DEBATE E UMA OFICINA DE GRAFITE. A PRODUÇÃO DO EVENTO FICOU POR CONTA DAS PROFISSIONAIS DA REDE NAMI. ESTA REDE, QUE FOI CRIADA POR PANMELA CASTRO, FORMA HOJE UM GRUPO DE MAIS DE 180 MULHERES ARTISTAS, PRODUTORAS E ATIVISTAS. ELAS USAM O GRAFITE COMO FORMA DE EXPRESSÃO. O QUE ACONTECEU NA MAESTRO PIXINGUINHA FOI MAIS UMA DAS INCRÍVEIS OFICINAS QUE O GRUPO NAMI, EM PARCERIA COM O INSTITUTO AVON,  REALIZA COM O PÚBLICO ADOLESCENTE. O OBJETIVO DO PROJETO GRAFFITI PELO FIM DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA É LEVAR AOS JOVENS A REFLEXÃO SOBRE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA, O CONHECIMENTO SOBRE A LEI MARIA DA PENHA E A PROMOÇÃO DO LIGUE 180 PARA DENTRO DAS ESCOLAS, PREVENINDO QUE ESTES JOVENS TORNEM-SE FUTURAS VÍTIMAS E AGRESSORES.  QUE TODOS ENTENDAM A IMPORTÂNCIA DE CULTIVAR RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS, COM BASE NO RESPEITO, SEM PODER DE UM SOBRE O OUTRO. PORQUE TODO MUNDO TEM DIREITO DE SER FELIZ.
Slide1
A PALESTRA CONTOU COM A PRESENÇA DE PROFISSIONAIS DO CENTRO DE REFERÊNCIA DE ATENDIMENTO À MULHER. A TEMÁTICA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER FOI MUITO BEM CONDUZIDA POR UMA PSICÓLOGA E UMA ASSISTENTE SOCIAL. OS ALUNOS PARTICIPARAM COM PERGUNTAS E OPINIÕES. FICOU BEM CLARO, QUE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA INCLUI DIVERSOS TIPOS DE AGRESSÃO: HUMILHAR, BATER, AMEAÇAR, OFENDER, FAZER SEXO SEM CONSENTIMENTO, ACESSAR EMAIL, REDES SOCIAIS OU CELULAR SEM AUTORIZAÇÃO, TOMAR OS DOCUMENTOS OU OUTROS PERTENCES, APRISIONAR OU SEQUESTRAR. TODOS OS ALUNOS RECEBERAM UMA ENCADERNAÇÃO DA LEI MARIA DA PENHA E UM FOLHETO DO INSTITUTO AVON, SOGRE O “GRAFFITI PELO FIM DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA”.
APÓS O DEBATE NO AUDITÓRIO, OS ALUNO, MOTIVADOS, PARTIRAM PARA O PÁTIO DA ESCOLA. A IDEIA SERIA EXPRESSAR, PELO GRAFITE AQUILO QUE VIVENCIARAM DURANTE O DEBATE.
Slide2
TODO MATERIAL FOI TRAZIDO PELA REDE NAMI, INCLUSIVE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL, COMO LUVAS E MÁSCARAS.
A ÁREA ESCOLHIDA PARA GRAFITAGEM TEM 20 METROS QUADRADOS E INICIALMENTE FOI PINTADA COM TINTA AZUL CLARA.
Slide3
COM O FUNDO PRONTO, HORA DE COLOCAR A CRIATIVIDADE EM AÇÃO. O GIZ FAZ APARECER O ESBOÇO DAQUILO QUE SERÁ UMA CRIAÇÃO COLETIVA MUITO BEM ELABORADA.
Slide4
AOS POUCOS O GRAFITE VAI DANDO VIDA, EXPRESSANDO A EMOÇÃO DE CADA ALUNO. E UM LINDO PAINEL COMEÇA A SURGIR…
Slide5
RETOQUES FINAIS
Slide6
A GRANDE OBRA FINAL: 20m2 DE PURA EXPRESSÃO ARTÍSTICA. OS EFEITOS DA PALESTRA\DEBATE SOBRE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A MULHER.
Slide7
PARABÉNS AOS ALUNOS PARTICIPANTES. QUE A SEMENTINHA DA NÃO VIOLÊNCIA TENHA FICADO NO CORAÇÃO DE CADA UM DE VOCÊS!
ESPECIAL AGRADECIMENTO AO PESSOAL DA REDE NAMI. VOCÊS ESTÃO CONTRIBUINDO PARA UM MUNDO MELHOR.

VISITE AS PÁGINAS DA REDE NAMI E DO AVON GRAFFITI CLICANDO NOS LINKS ABAIXO


quarta-feira, 23 de abril de 2014

RETOMANDO O PROJETO S2 MULHER

No dia 18 de maio de 2012, foi lançado, em nossa escola, o Projeto S2 Mulher: uma questão de coragem. O projeto, que é permanente e interdisciplinar, pretende promover discussões e atividades com o intuito de fornecer aos alunos uma partida para suas escolhas no que tange a questão sexual e atentar para o papel da mulher: mãe, esposa, educadora e responsável pela vida na nossa sociedade. As atividades atendem aos interesses dos alunos  em receber orientações confiáveis sobre o tema sexualidade, englobando a gravidez na adolescência, contribuindo para escolhas mais refletidas e pensadas.

VACINA CONTRA O HPV

Este mês as meninas de 11, 12 e 13 anos de nossa escola foram vacinadas contra o HPV  (papilomavírus humano), nome genérico de um grupo de vírus que engloba mais de cem tipos diferentes, podendo provocar a formação de verrugas na pele, e nas regiões oral (lábios, boca, cordas vocais, etc.), anal, genital e da uretra. As lesões genitais podem ser de alto risco, porque são precursoras de tumores malignos, especialmente do câncer do colo do útero e do pênis, e de baixo risco (não relacionadas ao aparecimento de câncer). Nos dias que antecederam a vacina, as alunas receberam informações, durante as aulas de Ciências, sobre o HPV. Slide3

A vacinação transcorreu na mais perfeita ordem, com o desempenho altamente profissional da equipe de saúde da Clínica da Família Ana Maria Conceição dos Santos. Participação especial da nossa Secretária Escolar, Priscilla, que, com muito tato e carinho, foi de grande ajuda para que as “valentes” meninas superassem o medo.

Aproveitando o “gancho”, convidamos a equipe de saúde para que proferisse uma palestra, em continuidade ao Projeto S2 Mulher. No último dia 15, os alunos do 8º e 9º anos foram brindados com uma palestra\debate, tendo à frente a Dra. Carolina, da C.F. Ana Maria.Slide4

 

Dra. Carolina foi, literalmente, crivada de perguntas. Além do HPV, outras doenças sexualmente transmissíveis estiveram em pauta. Gravidez na adolescência, métodos contraceptivos e uma grande variedade de dúvidas sobre sexualidade surgiram no encontro.

DEPOIMENTO

Alguns alunos registraram depoimentos sobre a atividade. A seguir, palavras das alunas Carina, Eduarda, Evelin  e Sara que, com certeza, refletem o pensamento de todos os adolescentes presentes.

“Nesta palestra pudemos aprender e esclarecer muitas dúvidas. Por exemplo, sobre a menstruação e o período fértil da mulher. Também aprendemos sobre herpes labial, que é uma infecção nos lábios. Ficamos impressionadas com o que foi dito sobre o HIV, que não tem cura e muitas vezes não apresenta sintomas. É preciso fazer o teste com amostra de sangue. Existe tratamento, mas não cura. Sobre o HPV, conhecido como verruga genital, soubemos que existem vários tipos; alguns deles podem causar câncer, principalmente no colo do útero e ânus. Podemos afirmar que aprendemos muita coisa que realmente precisamos saber. Agradecemos a presença da Dra. Carolina e demais profissionais da Clínica da Família Ana Maria.”

Para terminar, fica a sugestão de um link para quem quiser saber mais sobre HPV.

http://drauziovarella.com.br/mulher-2/hpv-papilomavirus-humano/

PASCOA É NOSSA



Na quarta feira, dia 16, nossa escola foi “invadida” por muitos e lindos “coelhinhos da páscoa”. Diversas apresentações realizadas no auditório mostraram que, realmente, nada substitui o talento. E nada substitui o trabalho dedicado de nossos professores.
Slide1
A turminha da Educação Infantil cantou “CONEJITO DE PASCUA”, em espanhol. Foram muito bem treinados pelo professor Damião.
A turma 1201, da professora Clarice, também cantou “Coelhinho da Páscoa”, apresentando as cores dos ovinhos em inglês. BLUE, YELLOW and RED
Slide2
A turma 1401, com a professora Mariana, brilhou com um teatro de fantoches, muito bem narrado pelos alunos.
Os alunos da 1501, pesquisaram, treinaram e, com o apoio da professora Denise, apresentaram um belo jogral falando sobre os símbolos da Páscoa.
Parabéns a todos. Momentos assim tornam a escola um lugar especial e inesquecível.

domingo, 2 de março de 2014

CARNAVAL É COISA SÉRIA… E MUITO DIVERTIDA!

A COMUNIDADE ESCOLAR PEDIU… E NOSSA ESCOLA REALIZOU MUITAS E DIVERTIDAS ATIVIDADES CARNAVALESCAS.
ALUNOS, RESPONSÁVEIS,  PROFESSORES, FUNCIONÁRIOS E DIREÇÃO PROMOVERAM ATIVIDADES QUE ENVOLVERAM MUITA PESQUISA, ENSAIOS, CONFECÇÃO DE CARTAZES E MURAIS, FANTASIAS, DESFILE DE BLOCO E BAILE DE CARNAVAL. UFA! MUITA COISA, NÃO É MESMO?
COMO BEM DISSE O POETA, QUEM VEM COM TUDO NÃO CANSA E A PIXINGUINHA BRILHOU MAIS UMA VEZ!
Slide1
CARNAVAL CIDADÃO – OS ALUNOS REFLETIRAM SOBRE COMO CAIR NA FOLIA RESPEITANDO OS DIREITOS DE CADA UM. CARTAZES FORAM PRODUZIDOS E ESTÃO NOS MURAIS.
Slide2


QUAL A ORIGEM DO CARNAVAL?
QUE TAL CONHECER AS MAIS FAMOSAS MARCHINHAS BRASILEIRAS?
PESQUISA E FORMAÇÃO DE GRUPOS, TENDO COMO RESULTADO LINDOS CARTAZES, QUE ESTÃO EXPOSTOS.
Slide3
O PROFESSOR SÉRGIO CASTANHEIRA, DE EDUCAÇÃO MUSICAL, ENSAIOU BASTANTE COM OS ALUNOS DO PRIMÁRIO E GINÁSIO CARIOCA, FORMANDO UMA BANDA, QUE ANIMOU O CARNAVAL DA PIXINGUINHA. NA QUARTA-FEIRA A BANDA DESFILOU, NUM PLANEJADO “ARRASTÃO” QUE, NA HORA CERTA, PUXOU OS ALUNOS PELOS CORREDORES DA ESCOLA, QUADRA DE ESPORTES, PÁTIO E CALÇADA. COM CERTEZA FOI MAIS UM MOMENTO QUE FICARÁ PARA SEMPRE NA MEMÓRIA DE NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES. É A MAESTRO PIXINGUINHA FABRICANDO HISTÓRIAS.
Slide4
QUINTA-FEIRA – DIA DA FOLIA
FIZEMOS, NA QUADRA DE ESPORTES, UMA PEQUENA MATINÊ, COM DIREITO A MARCHINHAS, CONFETE, SERPENTINA E CONCURSO DE FANTASIAS. O QUE MAIS CHAMOU ATENÇÃO FOI O DIVERTIMENTO SADIO, QUE ENVOLVEU TODA A COMUNIDADE ESCOLAR.
PARABÉNS A TODOS. MAIS UMA VEZ DEMOS PROVAS DE QUE SOMOS UMA COMUNIDADE UNIDA E FELIZ!
Slide5

PRA VER A BANDA PASSAR…
PARA TERMINAR, O VÍDEO COM UMA DAS APRESENTAÇÕES DA BANDA.
NA MAESTRO PIXINGUINHA, CARNAVAL É DIVERSÃO, CULTURA E CIDADANIA
GRANDE ABRAÇO!
(José Roberto)
 

                                                                    LINK PARA O VIDEO DA BANDA DA PIXINGUINHA
                                                                               PONHA O CURSOR SOBRE O LINK, E CLIQUE!